Netflix: Sandra Bullock diz que ficaria desempregada se não fosse a gigante do streaming

Compartilhe:

Com o grande crescimento da Netflix nos últimos anos, mais uma celebridade de Hollywood se rendeu à gigante do streaming. Uma das atrizes mais famosas da história do cinema e protagonista do longa-metragem “Imperdoável”, Sandra Bullock afirma ter muito a agradecer à plataforma.

Protagonista do sucesso “Imperdoável”, Sandra Bullock está em clima de romance com a plataforma de streaming americana, “Quem pensaria que eu, mulher, ainda estaria trabalhando?”, diz Sandra Bullock.

Em recente entrevista para o The Hollywood Reporter, a atriz fala que se não fosse pela Netflix, ela e outros artistas provavelmente estariam desempregados, exaltando as oportunidades que o streaming gera para as celebridades, desde as mais conhecidas até as de menor sucesso.

“Eles são bons para os artistas. Eles são bons para os cineastas. Se não fosse a Netflix, muita gente não estaria trabalhando. Suas histórias não seriam contadas. Quem pensaria que eu, como mulher, ainda estaria trabalhando neste momento? Eu estaria no pasto das vacas. É verdade.”, afirmou a atriz.

A parceria de sucesso da atriz com a Netflix já é de longa data. Em 2018, o suspense “Bird Box” (Caixa de Pássaros, no Brasil) chamou a atenção do público, entregando uma trama bem bolada sobre entidades desconhecidas em um mundo pós-apocalíptico. Além disso, outro thriller com a atriz também se encontra no catálogo da plataforma, atualmente: Premonições.

“Imperdoável” ultrapassou “The Old Guard” (2020), com Charlize Theron, “Mad Max: Estrada da Fúria”, e juntou-se a outro sucesso de Bullock na lista, “Bird Box” (2018). O feito atribuiu-lhe o título de primeira atriz com dois filmes entre os 10 mais assistidos da plataforma.

 

Sandra Bullock em “Imperdoável”

 

Por que Sandra Bullock aceitou fazer o filme “Imperdoável”? Em entrevista exclusiva ao site Omelete, a atriz explicou por que decidiu aceitar fazer parte do filme como a protagonista Ruth Slater. Segundo Bullock contou, a escolha partiu devido à importante narrativa apresentada na produção.

“O meu país, o seu, e tantos outros, são sustentados pela parcela mais pobre da população. Nós não os representamos nem os reconhecemos. E não fazemos filmes sobre essas pessoas. Eles se sacrificam por quê? Por amor, por suas famílias, e ninguém está falando disso. Essas pessoas precisam ter suas histórias contadas e eu quis ajudar a engrossar o coro. E eu queria agradecer a essas pessoas. Obrigada por serem bons pais, por cuidarem das crianças, por tudo,” disse a atriz.

Imperdoável

Baseado na minissérie Unforgiven (2009), a produção acompanha Ruth Slater (Bullock) “após cumprir pena de prisão” e voltar “ao convívio na sociedade, que se recusa a perdoar seu passado. Discriminada no lugar que já chamou de lar, sua única esperança agora é encontrar a irmã, que ela havia sido forçada a deixar para trás”.

Assista!

Compartilhe: