“Mandrake na Voz”: MC Paulin da Capital lança seu primeiro disco

Compartilhe:

O projeto resgata o conceito de “volta às raízes”, com temática consciente e sem participações especiais

 

Duas semanas após o lançamento de “Nada É Por Acaso”, single que dá o tom do novo trabalho de MC Paulin da Capital – o disco “Mandrake Na Voz”, finalmente podemos ouvir o álbum completo, em todas as plataformas digitais via ONErpm. O disco traz a “volta às raízes” do artista, e leva uma temática mais consciente.

O novo material conta com sete faixas, incluindo “Nada É Por Acaso”, e sem participações especiais. “Quis mostrar como tudo começou”, afirma Paulin da Capital. “Mandrake na voz vem de um bordão que fiz desde do começo da minha carreira, por que tenho uma voz forte e pegou, acredito que muita gente conhece, e como primeiro álbum é bom deixar a minha marca, que é o título de Mandrake. Além disso, sempre foi um sonho de moleque ter um disco completo, vejo vários artistas do Brasil e da gringa trabalhando em projetos assim e sempre quis ter a oportunidade de fazer também. Ou seja, esse trampo também é um presente para meu eu do passado, um moleque sonhador e, acima de tudo, batalhador”, conclui.

Ouça!

Vale ressaltar que, em projetos anteriores, que consistem, basicamente, em singles, Paulin já havia atingido um patamar de destaque dentre os atuais nomes do funk, com mais de 2 milhões de ouvintes mensais no Spotify e feats que rompeu a barreira do gênero que o consagrou, como Hungria Hip Hop, Dennis DJ e até Mumuzinho.

Sobre MC Paulin da Capital

O primeiro boom do sucesso do Mc Paulin da Capital aconteceu no início da pandemia, com a música “Eu achei”. Após esse lançamento, foram vários sucessos nas quebradas de São Paulo, já em 2020. Como “Casal Mandrake”, “Coração Valioso”, “Obrigado Deus” além de suas participações no Set do DJ GM e Love Acústico.

Com “Morena” e “Toda de Vermelho” o Mandrake, como se autointitula, começou a atingir um outro nicho na internet, e através de seu sucesso, conseguiu parcerias com personalidades de fora do contexto do funk paulista como Hungria Hip Hop, Dennis Dj e Mumuzinho0. Hoje, Paulin é um dos maiores cantores de funk do Brasil, com mais de 2.3 milhões de ouvintes mensais no Spotify e quase 400 mil seguidores no Instagram.

Compartilhe: