Minissérie em Realidade Virtual que aborda literatura brasileira estreia dia 17

Compartilhe:
Em tempos de pandemia, ir ao teatro ou cinema ficou bem complicado. Produtoras tiveram de se readaptar e reinventar, eu digo até que antecipar projetos virtuais que ainda não seriam viáveis se estivéssemos sem pandemia. Mas, tudo mudou e tudo ficou virtual e grandes projetos saíram do papel e ganharam espaço.
A Pyntado Filmes estreia os primeiros episódios de “Literatura Imersiva” nos dias 17 e 24 de abril. A produção é uma minissérie em realidade virtual live action que aborda trechos de clássicos da literatura nacional brasileira, como Machado de Assis, Lima Barreto, Gregório de Matos e Júlia Lopes de Almeida. A produção será exibida no canal Youtube da Pyntado.

O primeiro episódio da minissérie traz a obra de Machado de Assis, “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, e é interpretado pelo ator Leandro Damatta. O segundo episódio, que também será lançado no dia 17 de abril, aborda a obra de Lima Barreto, “Clara dos Anjos”, e é interpretado pela atriz Talita Santos. No dia 24 de abril, a Pyntado lançará os episódios “Epílogos”, de Gregórios de Matos, interpretado pelo ator Gustavo Martinez que também assina a direção do projeto, e “A Caolha”, obra de Júlia Lopes de Almeida, que será interpretado pela atriz Pri Junqueira.

De acordo com o diretor da minissérie, Gustavo Martinez, em cada episódio o ator terá um livro em mãos e começará uma leitura singelamente interpretada. “Ele olha diretamente nos olhos do espectador e o coloca dentro da narrativa, o envolvendo na história contada e no ambiente virtual criado propriamente para favorecer a palavra ”, afirma ele. O cenário simples e intimista intensifica o sentimento de acolhimento e ainda promove a união entre o moderno e o clássico.
Os episódios ficarão disponíveis no canal da Pyntado no Youtube até dezembro de 2021. Eles podem ser assistidos em 360° em smartphones e computadores. Para imersão completa também é possível assistir usando um cardboard ou headsets para realidade virtual, que potencializam a experiência. Com os cardboards e headsets é possível assistir ao conteúdo com áudio espacial (ambisonics).

“Literatura Imersiva” tem o intuito de estimular jovens a se aprofundarem na literatura clássica nacional e, assim, terem uma maior identificação social. A minissérie converge as ferramentas tecnológicas da linguagem imersiva com o poder de construção de pensamento social que a linguagem tem para evidenciar os valores da literatura nacional. Além disso, o projeto contribui para o fortalecimento de Campinas (SP) como polo produtor e inovador de conteúdos imersivos.
O projeto é uma realização da Prefeitura Municipal de Campinas e Secretaria de Cultura, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal, através dos recursos da Lei Federal no 14.017, em 29 de junho de 2020, a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. Uma produção da Pyntado Filmes e PYNXR.
Compartilhe: